quinta-feira, 7 de abril de 2011

VIOLÊNCIA

Estou aqui ensaindo as primeiras palavras sobre meu retorno ao blog, em como contar como anda minha vida, em falar de qualquer futilidade que fosse, mas não dá ... meu coração está sangrando. Não tem como não estar chocada com esta tragédia que aconteceu aqui no Rio, tão pertinho de mim. Dói lá na alma saber que mães não terão mais ao seu lado filhos amados, tudo pelo simples fato de um SER, que não é humano, resolver que tem o direito de sair atirando para todos os lados e tirar vidas preciosas sem nenhuma dó ou piedade. Boatos e sensacionalismos à parte, sabemos que nossa política de segurança pública é falida e que nós, cidadãos que pagamos impostos altíssimos , não temos o direito a sequer sair de casa a qualquer hora do dia sem estar preocupados com o que possa acontecer na próxima esquina. Ontem, ao assistir no JN a entrevista do delegado responsável pela segurança da área da Linha Vermelha, já tinha ficado chocada ao ouví-lo falar que não sabia como orientar as pessoas, visto que as mesmas não tinham como não passar naquela área que mais parece a faixa de Gaza. Deus! se ele não sabe, o que dirá nós?.


Hoje no Rio de Janeiro, meu Rio tão sofrido e sangrento, amanhã em qualquer lugar do Brasil. Até quando?

2 comentários:

Bernardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jana disse...

Ah guria, sempre triste, sempre sem explicação.


beijos