quarta-feira, 23 de junho de 2010

DAS COISAS QUE EU NÃO ENTENDO!

Aproveitando que acabei a bendita revista. Estas duas últimas semanas foram punk, mas graças a Deus, acabou o sufoco aqui no trabalho ... pelo menos por enquanto né?.
Hoje quero falar sobre coisas que eu não entendo. Um é meu lado racional de ver as coisas, da "praticidade" de minha vida e outra, é claro, é sobre eles (OS HOMENS).
A historinha é a seguinte. Conheci o Marcelo ano passado, em agosto, através de um casal de amigos. Em um sábado à noite, uma amiga me chama para irmos na boite que eu mais amo aqui na minha cidade, diz que este casal estava passando em 1 hora para nos buscar, eu claro me aprontei e fiquei na espera. Quando o casal chegou, trouxe a tiracolo o Marcelo, que era para ser apresentado à minha amiga e não a mim (não furei olho gente, ela deixou claro para mim que não gostou dele). Fomos para a tal boite e depois de muito papo e algumas cervejas na idéia, estávamos nos beijando. Muitas risadas, muitos beijos, muitos amassos. Voltamos e eles me deixaram em casa, detalhe que ele era praticamente meu vizinho e eu não o conhecia. Não passou em minha cabeça trocar número de telefone e nem qualquer outra informação, pois em julho eu tinha terminado um mini-caso de 5 meses e queria aproveitar minha fase livre-leve-solta.
Na segunda-feira recebo um convite de msn com o nome dele, suspeitei desde o princípio e logo em seguida minha amiga entra e avisa que passou meu contato para ele. Dai nos falávamos praticamente o dia inteiro e todos os dias. E na verdade, foi no msn que nos conhecemos melhor, uma vez que lá na boite não "tivemos" tempo, se é que me entende?. Dai que setembro chegou e na primeira semana eu viajei para o congresso da minha empresa lá em Belém/PA. Entre o dia em que nos conhecemos até o dia que nos reencontramos passaram-se uns 20 dias. Na volta ele me chamou para sair com ele, irmão e noiva e o casal de amigos que nos apresentou (erro número 1 detectado, deviamos ter saido sozinhos né?).
Resumindo, porque a história é longa, ficamos saindo por 6 meses. Só que no final ele só aparecia quando queria, não assumimos nada e isso começou a me incomodar e a incomodar, principalmente, os outros (erro número 2, não deveria ter dado tanto importância às cobranças externas). Fui ficando pilhad, meu lado racional começou a desabroxar e instintivamente eu tracei um prazo para ele. Se ele não tivesse uma atitude legal comigo no Natal e Ano novo ( que ele passaria na casa da família em Saquarema, região dos lagos do RJ) eu simplesmente cairia fora, afinal uma mulher independente e racional como eu não daria chance alguma a ele, não acham?.
E foi o que aconteceu, no Natal eu viajei para o interior do RJ e ele SEQUER me mandou um torpedo. Quando eu voltei ... SEQUER me ligou, veio me dar FELIZ NATAL pelo msn, que era o meio de comunicação eleito por ele e raramente nos viamos, mesmo morando tãoo perto. Além disso juntou o fato dele ser o cara fofo, que é rodeado de mulheres. Não aguentei a pressão e em janeiro, utilizando o recurso que ele tanto amava para falar comigo, eu dei um basta. Sim, simples assim ... sem chance de defesa ou de tentar reverter o jogo. Na semana seguinte ele foi lá em casa achando que o que eu tinha falado era brincadeira, mas dai falei poucas e boas na lata dele e ali morreu Clóvis.
Desde então, mesmo não tendo mais nada, ainda nos falamos por msn, porque ele sempre me chama e eu não sei ser grossa, excluir ou fazer qualquer outra coisa como reprezaria. Ele tenta sempre algo, marcar de sair, e teve até a caraça de me propor sairmos sem compromisso. Enfim, nunca mais nos esbarramos pessoalmente, até domingo passado, dia do jogo do Brasil. No sábado fiquei em casa e sem nada para fazer fui para o msn. Ele estava online e veio conversar comigo. O papo foi o de sempre, ele falando que perdiamos tempo e podiamos estar curtindo juntos e eu me esquivando. Até que ele me perguntou onde eu iria assistir o jogo e eu simplesmente falei que ficaria em casa sozinha. Daí ele se ofereceu para ir lá para casa, levar umas cervejas e uns quitutes e assistirmos juntos. Eu o cortei no mesmo momento. Sabia qual era a real intensão dele e não quis dar idéia. Dai, já no domingo, uma amiga me ligou e chamou para irmos para um barzinho assistir o jogo. Neste momento eu me animei e fui. Quando estou atravessando a rua e olho para o bar, estavam o casal de amigos e algumas pessoas, incluindo o Marcelo em uma das mesas. Mesmo que eu não quisesse daria para não falar, era o único caminho para chegar até alguma mesa. Cheguei e falei com o casal, me virei e cumprimentei o Marcelo, que foi bem seco comigo. Não quis ficar na mesa deles, mas fiquei próxima. Eis que num momento eu olho e tem uma periguete ao lado dele, ele sentado e abraçando a cintura dela, passando a mão nas pernas. Uma das minhas amigas sabendo de toda a história me alertou que ele estaria com ela. Genteee, meu mundoo caiu!!!. Deu um aperto no coração, um misto de ciúmes, posse e sentimento de ódio por ele. Nos trinta primeiros minutos foi difícil demais disfarçar minha decepção, depois disso foi mais fácil. Como assim o cara se oferece na noite anterior para estar comigo e menos de 24h depois está ali, agarrado com aquela piriguete????. Olha confesso que minha vontade era sair dali, mas não desci do meu salto. Aliás, sorte minha que eu estava com cabelo feito, toda arrumadinha. Não me senti por baixo, pelo contrário, minhas amigas falavam que a todo momento ele me olhava. E realmente eu percebi isso, ele não tirava os olhos de onde eu estava. No intervalo a piri foi ao banheiro e eu estava conversando com a nossa amiga em comum, dai ele veio com um papo sem graça e eu não dei idéia. Quando o jogo acabou eu fui para outro bar, me despedi de todos menos dele. Não preciso dizer que fiquei na merda ne?.
Bom, eu senti que ele ficou baqueado com minha presença. Senti também que eu mexo e muito com ele, assim como ele ainda mexe comigo. Mas somos dois orgulhosos e, posso estar enganada, jamais daremos o braço a torcer para o outro. Na segunda a noite ele veio mega sem graça falar comigo. Perguntar que horas fui embora, que ele nem viu. Gente, me deu uma vontade de vomitar tudoo. Mas me segurei e falei que fui antes deles. Não dei muito papo e sai no msn. Ontem cedo ele me chamou novamente, sabe quando o cara sabe que fez M e quer se reaproximar? eu sinto que ele ta assim, e veio com um papinho mole de que ele não tinha tirado nenhuma foto comigo porquei quando ele tentou eu não dei nem idéia. PELOAMORDEDEUS née?, ele queria o que?.
Agora estou eu aqui mega chateada por ele estar com essa menina, já soube que ele a levou em uma festa que eu ia mas acabei desistindo. Não sei mesmo se o meu sentimento é de posse, raiva ou se gosto dele. O fato é que não nos afastamos como sempre ocorre quando terminamos algum rolo. Mesmo não ficando mais, ainda "sabemos" como o outro está, nos falamos quase que diariamente (pelo msn, offcourse!). Mas não nos afastamos. E minha via crucis agora é: como farei isso?, pois não tenho coragem de excluir ou bloquear ele do meu orkut ou msn. Juro que minha cabeça ta dando um nó e não sei o que fazer. O que vocês fariam ?
Desculpa o mega post, mas este é mais um desabafo mesmo!
Bjsssss

2 comentários:

disse...

Oi querida, me passa seu e-mail??
bjosss

Andreia disse...

AMIGAAAAAAAAAAA QUERIDA!
VC É ENGRAÇADA CONTANDO ISSO AQUI! heheheh
SÓ RINDO MESMO, VIU E RIR DA CARA DESSES HOMENS.
MIGA, FAZ ASSIM, TRATA OS HOMEM DO JEITO QUE ELE TE TRATA. SE VC TÁ COM 1 QUE TE TRATA COM DESCASO, FAÇA ASSIM. TE TÁ COM 1 QUE TE TRATA SUPER BEM FAÇA O MESMO C ELE. EU FAÇO É ASSIM!
QUER SER MEU PEGUETE,,,,SEREI TB.
QUER SER MEU NAMO? ENTÃO VAMBORA NAMORAR BUNITIM!
NAO QUER MAIS? TCHAU! PODEIR! NAO CHORO E NAO SOFRO NAO! NNNEEEEEEEEMMMMMMMMMM
A FILA ANDOOOUUUU,,,,EU TE FALEEEEEEEIIIIIII............NAO DEU VALOR!!!!!!!!!!!
E É BEM ISSO MESMO
QDO VC ENCONTRAR 1 QUE QUER NAMORAR CERTINHO COM VC, AÍ VC SE EMPENHA E NAMORA, FORA ISSO, NAO GASTE SEUS PRECIOSOS SENTIMENTOS COM OS HOMENS.
VOU TE ENVIAR UM LIVRO PERFEITO